quinta-feira, 6 de Março de 2008

Toxicologia forense

O que é?


A toxicologia é a ciência que identifica e quantifica os efeitos prejudiciais associados a produtos tóxicos (qualquer substância que pode provocar danos ou produzir transtornos no equilíbrio biológico). Estudam-se os tóxicos e as intoxicações para se conseguir estabelecer os limites de segurança entre estes e os meios biológicos.


Então…

…a toxicologia forense, que está inserida na toxicologia analítica, pretende detectar e quantificar substâncias tóxicas. Aplica-se em situações com questões judiciais subjacentes onde é importante reconhecer, identificar e quantificar o risco da exposição humana a agentes tóxicos.



Para que serve?


A toxicologia forense tem como principal objectivo a detecção e identificação de substâncias tóxicas, em geral, no seguimento de solicitações processuais de investigação criminal por parte de diversos organismos. Assim, pode dar pistas relativamente a envenenamentos, intoxicações, uso de estupefacientes e outros.
É a partir desta área que muitas vezes se descobre qual a causa da morte do indivíduo em questão e se o causador desta o fez involuntariamente ou por algum motivo.

9 comentários:

disse...

O vosso blogue está 5 estrelas. Sempre actualizado e com informação sobre as perguntas apresentadas. Conseguiram concretizar aquilo que o meu grupo (inspirado em vós) idealizou, que era fazer um "horário" e todas as semanas ser uma pessoa iferente a melhorá-lo.
Os posts estão sempre ilustrados com imagens e/ou vídeos, vídeos esses que por sinal são um bocado fortes para muitas pessoas, mas para quem trata este assunto como vocês já não podem existir nojos.
Fico-me por aqui que também não tenho nada para dizer mal, e os elogios devem ser poupados que estão a preço de ouro.

Adeus e continuação de um bom trabalho.

Daniel disse...

Só lembrar que a toxicologia forense é uma aplicação das diversas áreas da toxicologia, como bem mostrado no texto, para fins processuais. Assim sendo, ela não só visa reconhecer, identificar e quantificar o risco da exposição humana a agentes tóxicos, mas TAMBÉM a exposição não humana.
Como entrar com um processo contra uma petrolífera por exemplo que derrame milhões de litros de óleo no mar ou uma indústria que libere substâncias tóxicas aos peixes, dizimando sua população se não contássemos com a toxicologia forense para proteger essas espécies NÃO humanas!!

De resto, parabéns pelo seu blog!!

Bruna disse...

Estou estudando pra entrar na faculdade de farmácia e nessa área que quero me especializar , muito legal (:
postem mais , quero saber tudinho sobre o assunto!
beeeijos :*

Bruna disse...

visita o meu:
www.bruchacon.blogspot.com

Viviane disse...

Será que vc teria uma sugestão de tema para um artigo?
estou querendo fazer um,tipo,algo que n seja mto falado dentro da toxicologia forense e talz!
pode me ajudar?
meu e-mail é viviribeiro_20@hotmail.com

Miliiiiinha ;* disse...

poxa viida :D
adoreii os post *.*
~ faço farmacia e quero muito seguir a area de toxicologia forense ;D

Anónimo disse...

Olá, queee blog éh esse? perfect!! curso ciências farmacêuticas e sou fascinada pela Toxicologia Forense. Quiser mim adicionar no msn estou precisando de algumas opiniões para minha monografia!!!! (paulasennafarma@hotmail.com)

Paula Senna disse...

Olá, queee blog éh esse? perfect!! curso ciências farmacêuticas e sou fascinada pela Toxicologia Forense. Quiser mim adicionar no msn estou precisando de algumas opiniões para minha monografia!!!! (paulasennafarma@hotmail.com)

Marcele disse...

Faço farmacia e queria muito fazer um curso livre para ver se e toxicologia forense que quero mesmo alguem pode me ajudar